...Alentejo da minh'Alma...

http://libertario08.files.wordpress.com/2009/01/alentejo1.jpg

 

 

Amo a imensidão nostálgica do Alentejo...

 

Amo este Poema de Miguel Torga...que trago no peito desde que o li/conheci...em 1999

 

BANQUETE

 

Encho os olhos de terra.

No Alentejo há muita e é de graça.

Dou-lhes essa fartura,

Antes que um só torrão, na sepultura,

Os cegue e satisfaça.

 

publicado por Belisa Vaio às 16:08 link do post | comentar | favorito