A Dádiva dos sinais

[papoila+pequena.jpg]

 

No post anterior, fiz referência a uma mensagem que me marcou e me diz que devemos estar atentos à dávida dos sinais que a Vida nos oferece dia a dia. Assim...a Vida  ganha outro sentido e justifica a fé naquilo em que acreditamos...

 

Hoje, ao chegar às 7 da manhã, pedi que a mensagem da R.R. me desse um sinal, um sinal que eu entendesse como de esperança, de que estou no caminho certo...

E aconteceu...nenhuma outra seria mais apropriada...

O trigo e o joio, o bem e o mal

Os discípulos aproximaram-se d’Ele e disseram-Lhe: «Explica-nos a parábola do joio no campo». Jesus respondeu: «Aquele que semeia a boa semente é o Filho do homem e o campo é o mundo. A boa semente são os filhos do reino, o joio são os filhos do Maligno e o inimigo que o semeou é o Diabo. A ceifa é o fim do mundo e os ceifeiros são os Anjos. Como o joio é apanhado e queimado no fogo, assim será no fim do mundo: o Filho do homem enviará os seus Anjos, que tirarão do seu reino todos os escandalosos e todos os que praticam a iniquidade, e hão-de lançá-los na fornalha ardente; aí haverá choro e ranger de dentes. Então, os justos brilharão como o sol no reino do seu Pai. Quem tem ouvidos, oiça» (Mt 13, 36-43).
publicado por Belisa Vaio às 15:51 link do post | comentar | favorito