3 comentários:

O estado democrático é o ideal de todas as nações, mas, infelizmente, parece-me, que em todo lugar, o preço para mantê-lo é grande demais....Aqui no Brasil, com certeza teríamos muito mais recursos prá tudo que fosse necessário, não fossem os altos salários dos políticos e de seus respectivos gabinetes...
Fico pensando: Não seria possível exercer esta mesma democracia, com menos políticos, e com salários, mais adequados à realidade do povo?...
Todos os anos, por ocasião do aumento do salário mínimo, é aquela vergonha, a discussão para aumento de míseros R$ 40,00 ou R$ 50,00...Dizem que alguns reais a mais pode quebrar o país....Dali a pouco anuncia-se os salários milionários da classe política e seus gabinetes.....Dá prá se revoltar!...É melhor continuar com as "bolinhas cor de rosa"!!!!!!!
Bete do Intercambiando a 13 de Outubro de 2010 às 02:49

Olá Belisa
Também estive atento a este debate como todos o que leva a cabo esta grande Senhora da comunicação social.
Creio que estas grandes figuras, os ex-Presidentes e esse notável Reitor,deram-nos um momento alto do verdadeiro debate politico de que poucas vezes nos porpocionam os canais televisivos.
Subscrevo por inteiro toda a apreciação onde enquadra toda a nossa situção actual, só deixava mais uma critica a alguns politicos no activo, pela falta de sentido de Estado, deixando-se arrastar por alguma imprensa para quesilias pessoais e partidárias, não tendo em conta o interesse Nacional.
Há dias numa entrevista à RTP1, o Presidente do BCP, deixava um aviso, pela polémica agora instalada à volta do Orçamento para 2011: Disse, "cuidado porque o que se diz cá dentro, ouve-se lá fora, e isso causa nos dano,... os agentes financeiros internacionais,não perdoam".
Ao fim e ao cabo tambem é um problema cultural, somos um pouco exigentes e muitas vezes em nada dar em troca.
Cordiais saudações
J/severino

severino a 13 de Outubro de 2010 às 10:01
Amigo Severino
De facto não é fácil ter esperança em Portugal. São poucos os leaders que , incondicionalmente, se queiram entregar à política séria, porque, geralmente não os deixam trabalhar, outros...trabalham de braço dado com a corrupção...e é o que se vê...
Belisa Vaio a 13 de Outubro de 2010 às 20:05