1 comentário:

Realmente não é fácil seguir as pegadas de Jesus, e rezar o Pai Nosso, sem dar um nó na garganta, quando falamos: Perdoai as nossas Ofensas, assim como...Quantas vezes oramos sabendo que não perdoamos. Que o perdão foi proclamado mas a dor ainda está instalada. Tem dores que não nos abandonam e nos perseguem, apesar dos Pais-nosso que clamamos.Só mesmo o tempo e a perseverança em Jesus podem acalmar nossos corações.
Bete do Intercambiando a 14 de Dezembro de 2012 às 03:43