Sexta-feira, 12.11.10

O Senhor do Adeus

 

 

O Senhor do Adeus, o Senhor do Olá, o Senhor do Sorriso...Este Senhor partiu ontem...

Foi notícia o seu falecimento e fiquei atenta.

Cidadão comum, saudável e de mente sã. Mas com um coração do tamanho do Mundo.

Á cerca de 10 anos, apercebeu-se que gostava de acenar aos ocupantes dos carros que passavam na Praça do Saldanha, em Lisboa.

Posicionava-se à noite, no mesmo local do passeio. Acenava. Sorria.

Uns correspondiam,  outros questionavam-se sobre a sua sanidade mental.

Todas as noites regressava a casa mais feliz.

Tinha espantado a solidão e, quem sabe, as de muitas centenas ou milhares de outras pessoas a quem sorrira.

Sorrateiramente, entrou na vida de muita, muita gente.

Começaram a passar mais atentos, pedindo o seu Adeus e buzinando de seguida!

Ontem, com 80 anos, partiu...

Ontem, centenas de amigos, inverteram os lugares.

Ocuparam o passeio e acenaram a outros que passavam e buzinavam.

Lágrimas nos olhos, corações sofridos, comoção entalada .

Que bom saber que este Senhor, com um gesto tão simples e tão arrojado, fez a diferença!

Conseguiu tocar e mudar a vida de tanta gente!

Nunca cruzei com ele, mas aqui de longe, aceno e digo:

Adeus, Senhor Feliz!

 

Nota:

Ele comentava filmes neste Blog:

http://senhordoadeus.blogs.sapo.pt/

 

Escreveu o último artigo  no domingo passado, terminando assim:


"Boa noite para todos e até à próxima... e ainda é cedo, mas desejo um feliz Natal a todos e estejam todos muito felizes."

 

Sincronicidade ou Acaso?

 

Sábado, 18.09.10

Ter tempo para o silêncio...

 

Felizmente, a minha vida actual,  permite-me ter mais tempo para o silêncio...

Noutros tempos, como todas as pessoas com encargos familiares e profissionais, num corre-corre diário, ansiava pela altura em que pudesse "parar" mais vezes...

Agora, com a aposentação e a aproximação à velhice(...é verdade...), também chegou o tempo mais largo...e o tempo do silêncio...

Penso que o silêncio é o grande amigo que nos possibilita o encontro connosco, que nos dá espaço e que nos ouve...

Mas por vezes o silêncio também pode chegar acompanhado, o que , de algum modo, pode enriquecer o momento...

Ora as minhas viagens são, por norma, boas ocasiões de viver o silêncio pois viajo sozinha, na minha companhia...e dos meus pensamentos...

E assim foi hoje...saboreando o Sol e a alegria da luminosidade e a nostalgia das cores douradas do Outono que se aproxima, recolhi-me no coração e agradeci ao Criador a harmonia do Universo...

Eis senão quando me apercebi que, na rádio, George Harrison me acompanhava, invocando igualmente a Deus...

Domingo, 05.09.10

Nosso Lar

 

 

Estreou no Brasil  um filme especial...NOSSO LAR.

Especial, digo eu, porque, corajosamente, entra pela intimidade de cada um de nós e confronta-nos com a relação com a nossa própria morte e o que existe ou existirá para lá dela...

Venho-me preparando desde criança quando ouvia, fascinada, meu Pai testemunhar algo místico e relacionado com o Além...

No entanto, só chegada aos 50 anos, e  por força de acontecimentos fantásticos e transformadores  com que fui abençoada, fui compelida a procurar respostas ao que tanto alterou a minha caminhada...

E as respostas,  reconfortantes, continuam a chegar e são-me dadas em sinais que me mostram o sentido e a missão da minha Vida.

Como diz o sábio, "quando o aluno está preparado, o Mestre aparece"...

A felicidade e plenitude íntimas, de situações "inexplicáveis" que vou vivendo, cimentam as verdades de que meu Pai falava...

Sinto, cada vez mais, que Tudo está "ligado" e que Nada Acontece por Acaso.

Gostaria que esse filme passasse nos cinemas do meu país.

Iria ajudar muita gente a tomar consciência de si própria e, quem sabe, a procurar redireccionar o seu Caminho de Vida...

publicado por Belisa Vaio às 09:45 link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 27.08.10

Relâmpagos Mentais...

 

Tenho andado meio perdida...e a precisar de me encontrar por aqui...

Como que a procurar explicações e a correr atrás delas, tal como quando corri quilómetros atrás da magia destes arco-íris...

Foi num domingo à tarde...enquanto conduzia, deparei, do meu lado esquerdo,  com este magnifico espectáculo: dois arco-íris...

Sou louca por estes fenómenos da Natureza...

Coloridos e transparentes, longínquos e tão próximos que quase se tocavam e atravessavam...

Deslumbrante...misterioso...fascinante...

Tal qual se sente a minh'alma, com as visões (relâmpagos mentais) que tive esta semana...

Como explicá-las? Não há nenhum Dr. Brian Weiss por aqui perto...mas que dava jeito, dava!

Por isso, vou guardá-las no meu coração e aguardar com tranquilidade a chegada do momento em que serão "descodificadas"...

Misteriosos e fascinantes...esses relâmpagos...

Terça-feira, 27.07.10

A Dádiva dos sinais

[papoila+pequena.jpg]

 

No post anterior, fiz referência a uma mensagem que me marcou e me diz que devemos estar atentos à dávida dos sinais que a Vida nos oferece dia a dia. Assim...a Vida  ganha outro sentido e justifica a fé naquilo em que acreditamos...

 

Hoje, ao chegar às 7 da manhã, pedi que a mensagem da R.R. me desse um sinal, um sinal que eu entendesse como de esperança, de que estou no caminho certo...

E aconteceu...nenhuma outra seria mais apropriada...

O trigo e o joio, o bem e o mal

Os discípulos aproximaram-se d’Ele e disseram-Lhe: «Explica-nos a parábola do joio no campo». Jesus respondeu: «Aquele que semeia a boa semente é o Filho do homem e o campo é o mundo. A boa semente são os filhos do reino, o joio são os filhos do Maligno e o inimigo que o semeou é o Diabo. A ceifa é o fim do mundo e os ceifeiros são os Anjos. Como o joio é apanhado e queimado no fogo, assim será no fim do mundo: o Filho do homem enviará os seus Anjos, que tirarão do seu reino todos os escandalosos e todos os que praticam a iniquidade, e hão-de lançá-los na fornalha ardente; aí haverá choro e ranger de dentes. Então, os justos brilharão como o sol no reino do seu Pai. Quem tem ouvidos, oiça» (Mt 13, 36-43).
publicado por Belisa Vaio às 15:51 link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17.06.10

Coincidências...ou não há Coincidências?

http://www.elcine.ws/sitio/images/stories/peliculas/usa/MariaAntonieta/mariaantonieta.jpg

 

1º. -  Esta semana, na 3ª.feira, na aula de Cultura Geral da Aposénior, comentou-se o facto de o rei D.João II ter falecido só, sem a Corte a acompanhar essa passagem na vida de todos os mortais, visto encontrar-se em tratamento numas termas do Algarve.

Divagámos então, sobre a necessidade ou não, de viver momentos tão intensos, em intimidade ou publicamente...e logo comentei sobre as cenas trágico-cómicas do filme de Sofia Copola..."Maria Antonieta".

Embora no filme tudo seja levado ao extremo, não deixa de mostrar, de um modo leve e muito claro, a vida daquela jovem austríaca.

Entre muitos cenas, ora trágicas. ora hilariantes, a jovem Maria Antonieta dá à luz, no seu quarto (?) amplo, sem portas, enorme, quase num corredor (conhecem Versailles?), perante um público - a tal corte - crítico, curioso, mal dizente, coscuvilheiro, de damas devassas e cínicas e de cavalheiros hipócritas. Pobre menina rica...essa Maria Antonieta...

 

2º. - Gosto de ver no canal Travel, as viagens  que fazem,  e que me despertam curiosidade, sonhos e recordações.

Bem, igualmente na 3ª.feira à noite, o citado canal ofereceu uma viagem a Paris e Versailles!

Não despreguei do sofá e ali fiquei a recordar...

Eis senão quando, no dito Palácio de Versailles e ao mostrar o quarto de Maria Antonieta, a Guia, referiu precisamente a cena a que aludi acima, ou seja, a falta de intimidade que a raínha viveu ao dar à luz os seus filhos.

Fiquei arrepiada e siderada...Que coincidência!!! Ainda de manhã a falar deste assunto...

 

3º. - Há dias faleceu o marido de uma antiga colega minha, a Conceição  Antunes.

Como já estamos aposentadas, o contacto perdeu-se e quem me informou o sucedido foi igualmente outra colega.  Bem, fiquei triste por não poder ir dar-lhe um abracinho e pedi que me providenciassem o telefone dela, para mais tarde lhe falar um pouco.

Ontem à tarde, resolvi pegar numa  toalha de renda, a que acrescento mais umas carreiras, de vez em quando...Já não lhe pegava há umas semanas...É uma toalha muito bonita, e, cuja amostra me foi dada, precisamente, pela São Antunes...

Estava com a toalha no colo, a dar à agulha e a recordar os trabalhos belíssimos que a São fazia e que tanto gostava de partilhar, quando... toca o telefone.

Era a informação do número de telefone dela! Voltei a ficar arrepiada!

A pensar nela e a enviarem-me o contacto dela...

O Universo está sempre a mandar-me mensagens!

Existem sincronicidades porque Alguém está sempre a mexer os cordelinhos!...

publicado por Belisa Vaio às 09:07 link do post | comentar | favorito
Domingo, 27.12.09

A Viagem

Mais uma vez...a sintonia com o Universo...

Manhã de domingo...

Abrir um olho...acordar...abrir o outro...já está...

O aconchego do quente da cama...

Ponho o braço de fora e ligo o botão da telefonia...

Recolho o dito e reaconchego-me...

Hoje não há pressa...é domingo...foi Natal...ainda estou em época de festas...

Volto a fechar os olhos...e se sonhasse? às vezes a esta hora sou contemplada com belos sonhos...(geralmente não tenho pesadelos...)

Enquanto entrego o meu corpo a uma sensação maravilhosa de relaxe total, deixo que o pensamento vá por onde quiser e ele...parece que só sabe um caminho...

O caminho percorrido nos últimos 10 anos....e os acontecimentos que me levaram a mudar de rumo...

O rumo que me sintonizou comigo própria, que me completou, que me fez sentir plenamente feliz...

E enquanto, como costumo, ía agradecendo  a Deus e ao Universo esta Viagem a sintonia voltou a acontecer...

Na rádio começou a passar o tema "BARCELONA" ... 

 

sinto-me:
música: Barcelona
publicado por Belisa Vaio às 18:21 link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18.11.09

Nunca desista dos seus sonhos

 

Creio que a Lua Nova foi anteontem,  dia 17.

Ontem, li algures que a Lua Nova está relacionada com o Semear, a Lua em Quarto Crescente com o Germinar, a Lua Cheia com o Crescer e a Lua em Quarto Minguante com o Frutificar... 

De facto, por coincidência ou não - ou sincronicidade?- passei esse dia com a Louise Hay às voltas...ou melhor, com o seu livro Você pode curar sua Vida...

Como alguém me diz às vezes...tenho a vida que pedi a Deus...e é verdade...

Dou tudo por um livro e ando sempre com um na bolsa...nunca estou sozinha.

Agora calhou este e embora o tema para mim não seja novo, gostei de o ler de carreirinha,

e estou agora a saboreá-lo, devagarinho, para absorver melhor os conselhos que essa sábia Senhora tem para nos dar.

E aí está o tal Semear !! O quê? Comportamentos, claro! Alterar comportamentos através da alteração de pensamentos negativos em pensamentos positivos! Não é fácil! Mas acredito que vou conseguir! 

Tive a primeira vez consciência dessa realidade e da total importância que tem na condução da nossa Vida, através de conferências a que assisti de Lauro Trevisan e dos seus livros, como o Poder infinito da sua Mente . Já lá vão longos anos... 

Creio que  poderia dizer que nascemos e a vida nos fez pessimistas ou optimistas.

Também sei que ser optimista é uma benção e que os pessimistas são uns chatos...

Quando temos a capacidade de parar para pensar e fazer uma avaliação honesta do tipo de vida que vamos construindo, podemos sempre melhorar as nossas atitudes e fazer  por ser cada vez mais felizes...

E aí estão esses livros abençoados para nos ajudar a nunca desistir dos nossos sonhos!

Se de vez em quando precisamos reciclar conhecimentos a nível profissional, porque não fazê-lo a nível mental e emocional?

 

Estou a Semear...pela Lua Nova... 

sinto-me:
publicado por Belisa Vaio às 22:33 link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 15.11.09

O Poder dos Sentidos

É o filme que vi hoje à tarde...

Numa tarde de domingo, chuvosa, o sofá convida ao aconchego e o filme não podia ter sido melhor companhia...

A história é conhecida, mas sempre controversa...a vida para além da morte, os fenómenos subsequentes, os contactos entre os dois mundos, os cépticos e desconfiados e a aceitação sem reservas de quem vive esses mesmos fenómenos.

Acredito piamente que são situações difíceis de viver...tudo o que tem a ver com mediunidade nos deixa a pensar, porém não ficam dúvidas a quem tem esse dom. 

Tive a sorte de meu Pai , desde a minha infância, me falar com muita naturalidade de situações mediunicas que viveu e testemunhou. Eu própria tenho tido a graça de "receber" mensagens das mais variadas formas: sonhos absolutamente incomuns, com conteúdos inesperados e quase surreais, intuições, sincronias, contactos de uma energia muito poderosa, visões ou aquilo a que chamo "relampago mental", ruídos e barulhos, quando tudo à volta está em silêncio, e até o fenómeno do candeeiro, que, como no filme, estava apagado e se acende sozinho, faz faísca e quase se levanta da mesa.

Não é fácil partilhar a vivência destas experiências...há sempre quem desconfie, mas quando encontramos alguém do mesmo "clube", a linguagem é a mesma e a sintonia é perfeita. E isso enche-nos a ALMA.  As nossas experiências, vividas por nós, dizem-nos que há Vida para além da Morte e que quem parte nos visita e nos orienta, dando-nos muitos sinais da sua presença.

Partir, é concerteza entrar noutra dimensão, imbuído de uma outra energia, mas sempre ligada ao lado de cá, protegendo e amando quem ainda cá está. Acredito.Sei que é assim. 

música: The deer Hunter (tema do filme O Caçador) by The Shadows
publicado por Belisa Vaio às 22:41 link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22.10.09

O Momento de Deus

 

 

 

 

 

 

 

 

Creio que comecei a preparar a minha viagem ao Brasil no passado dia 5 de Outubro...Uma viagem sonhada ao mais profundo da alma brasileira...

Foi assim...Saí de casa para dar uma volta pela Feira de Velharias que estava a decorrer no Parque e, olhando sem ver nada, dei comigo fixada numas imagens de Nossa Senhora da Aparecida, padroeira do Brasil. O vendedor, brasileiro, assegurou-me que aquelas eram imagens mesmo brasileiras, as mesmas que se vendem lá, em Aparecida, no local do santuário.Que a festa seria a 12 de Outubro e que o manto da imagem era igual ao original, de cor azul e com enfeites dourados. O rosto de Nossa Senhora é escuro, parece que defumado pela grande quantidade de velas acesas em sua honra...será?

Aconcheguei, respeitosamente, a imagem na minha bolsa e dirigi-me ao sítio do costume para tomar café.

O tempo não estava seguro para ficar na esplanada, entrei e sentei-me na mesa de uma velha senhora, acabada de enviuvar.

A conversa centrou-se à volta da sua tristeza, depressão, saudade e da incapacidade de dormir, o que provocava depois um grande cansaço...Tentei, como pude, ouvir, ajudar, recomendar um chá de valeriana e, depois de falarmos sobre a Feira, mostrei-lhe a imagem de Nossa Senhora.

A minha amiga, sofrida e com muita Fé, começou a tocar o rosto com a imagem como que pedindo protecção, ao que eu, sensibilizada,correspondi, oferecendo-lha.

Então, de lágrimas nos olhos, disse-me:

"Há muitos anos frequentei um Curso de Cristandade com o meu marido. A dada altura um padre perguntou-me se  alguma vez eu tinha sentido "O momento de Deus".Eu disse que não".

Pegou-me nas mãos, beijou-mas  e concluiu: esse "Momento de Deus", foi agora.

Voltei à Feira comprar outra imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, sentindo que, qualquer dia, vou visitá-la ao Brasil. 

 

publicado por Belisa Vaio às 21:57 link do post | comentar | favorito

mais sobre mim

pesquisar

 

Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

últ. comentários

mais comentados

links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro